Notícias

Marighella: Por que tanto desdém e odeio ver uma pessoa negra interpretando o personagem principal do filme?

Acompanhando críticas e comentários sobre o filme Marighella, é fácil ver como a maioria da população brasileira pensa. Esses comentários online são um reflexo direto da sociedade e nada menos.

A população em geral pode continuar a negar ou sublinhar o nível de racismo neste país, mas eles reagem de outra forma quando são testados. O nível de desdém e ódio demonstrado pelas pessoas apenas porque o personagem de Carlos Marighella era interpretado por Seu Jorge, que obviamente é um homem negro, é lamentável.

Marighella foi declarado terrorista pelo Estado brasileiro e foi executado em novembro de 1969. Mas você sabe que o terrorista de uma pessoa é o combatente da liberdade de outra pessoa.

Marighella era na verdade um pardo nascido de pai italiano e mãe baiana negra. Qual é o ponto de vista dos críticos raciais? Eles prefeririam se fosse uma pessoa branca? Ou eles só queriam que fosse bem interpretado com um pardo para ser mais exato?

Sem assistir ao filme mais de 15 mil pessoas ou BOTs deram ao filme resenhas negativas no IMDB. É claro, achamos que talvez Mano Brown, do Racionais MC, tenha sido uma pessoa melhor para interpretar o personagem com base na aparência. Mas é claro que até o biógrafo de Marighella, Mário Magalhães, afirmou que Marighella não era branca porque sofreu racismo e foi registrada.

Não estamos tentando entrar nos detalhes ou na história da vida de Carlos Marighella ou do filme, mas maravilhados com as controvérsias de micro-agressões sutis exibidas pelo comportamento on-line das pessoas que muitas vezes negam o racismo na vida real e a hipocrisia de não querendo admitir suas atitudes racistas.

Para os negros começarem a ter algum respeito ou visibilidade no Brasil, será preciso muito trabalho. Que diferença faz entre uma pessoa negra de pele clara e a pessoa de pele escura? A sociedade brasileira não é projetada para os negros crescerem.

Comportamentos como este são os que continuaram a promover divisões entre os afro-brasileiros; criando crises de identidade e confusões. É razoável que a população negra se veja como uma só e aja como tal na solidariedade.

Deixe-nos saber sua opinião na seção de comentários abaixo.

Sem comentários