Notícias

Rapper Nelly pede demissão de processo alegando agressão sexual.

A rapper Nelly está pedindo a uma corte dos EUA para negar a ação de uma Britânica que alega que ele a agrediu sexualmente depois de um show na Inglaterra.

O processo federal foi aberto em novembro de 2018 em St. Louis, a cidade natal do rapper. A mulher acusou Nelly de agredi-la em Dezembro de 2017.

Nelly, cujo nome real é Cornell Haynes Jr., não foi acusado criminalmente e negou as acusações.

A mulher é identificada apenas como Jane Doe (Jane Doe é um nome genérico usado para manter o anonimato dos réus) no processo. O advogado de Nelly, Scott Rosenblum, apresentou uma resposta ao processo quinta-feira, dizendo que a mulher não deveria ser autorizada a permanecer anônima.

O processo é o segundo caso contra o rapper. Em Setembro, Nelly resolveu uma ação movida por uma mulher que alegou que ele a estuprou em seu ônibus de turismo no subúrbio de Seattle.

Os promotores decidiram contra acusá-lo, alegando falta de cooperação por parte de seu acusador.

Sem comentários