Notícias

Meteorologista de TV demitido depois de usar uma ofensa racista para Martin Luther King Jr.

Jeremy Kappell, um meteorologista de uma estação de televisão de Rochester, Nova York, foi demitido no domingo depois de supostamente usar uma ofensa racial durante uma transmissão.

De acordo com The Hill, Kappell foi liberado pela WHEC porque ele supostamente disse “Martin Luther C**n” durante a transmissão da noite de sexta-feira ao se referir a um parque local que leva o nome do líder dos direitos civis Martin Luther King Jr.

O meteorologista alegou que ele errou como resultado de falar “muito rápido”.

“O que aconteceu na sexta-feira, para mim, é um simples mal-entendido”, disse Kappell em um vídeo no Facebook postado na segunda-feira. “Se você me assiste regularmente, sabe que eu tento conter muitas informações em meu weathercast, o que me obriga a falar rápido e, infelizmente, falei um pouco rápido demais quando fiz referência ao Dr. Martin Luther King Jr., tão rápido ao ponto em que eu misturei algumas palavras. ”

O uso do epíteto racial causou um rebuliço nas mídias sociais e na comunidade de Rochester. Como resultado, Richard A. Reingold, vice-presidente e gerente geral da WHEC, anunciou que Kappell havia sido demitido.

“Como resultado dessa transmissão, o meteorologista Jeremy Kappell não está mais no News10NBC”, disse Reingold em um comunicado. “Acreditamos fortemente em manter nossos repórteres e âncoras no mais alto padrão.”

Kappell pediu desculpas por ofender alguém, mas deixou claro que o insulto não é o que ele disse.

“Eu não tinha ideia do que algumas pessoas poderiam ter interpretado como e eu sei que algumas pessoas interpretaram o caminho errado”, disse ele em conclusão. “Essa não foi uma palavra que eu disse, eu te prometo isso. Se você sentiu que isso o machucou de alguma forma, peço sinceras desculpas. ”

Leitores, o que vocês acham? Poderia ter sido um erro? Ou uma piada tola que ele achava que passaria do radar?

 

Sem comentários