Notícias

O Gabão prende quatro oficiais militares depois de tentar derrubar o governo.

Quando alguns países Africanos serão pacíficos? Há pelo menos 10 países Africanos ainda governados por ditadores. As pessoas estão infelizes e se sentem presas com os mesmos governantes por décadas. As pessoas estão obviamente frustradas pelas famílias dominantes que embolsam e privatizam os recursos de suas nações.

Alguns oficiais do Gabão fizeram uma aparente tentativa de golpe na segunda-feira, assumindo a rádio estatal e declarando sua insatisfação com o presidente Ali Bongo, mas vários deles foram presos em poucas horas, disse o governo.

O porta-voz do governo Guy-Bertrand Mapangou disse à Reuters que quatro dos cinco policiais que haviam assumido a rádio estatal na capital Libreville foram presos. Um quinto oficial fugiu e está sendo perseguido, ele disse.

Uma fonte militar, falando sob condição de anonimato, disse que os autores intelectuais da tentativa de golpe ainda não foram presos.

Do lado de fora da estação de rádio, soldados leais a Washington dispararam gás lacrimogêneo para dispersar cerca de 300 pessoas que saíram às ruas para apoiar a tentativa de golpe, disse uma testemunha da Reuters. Helicópteros circulavam no alto, embora a maior parte de Libreville estivesse quieta.

O discurso de Bongo foi arrastado e ele parecia incapaz de mover o braço direito. Não está claro se ele é capaz de andar.

Bongo, 59, foi hospitalizado em outubro na Arábia Saudita depois de sofrer um derrame. Ele está no Marrocos desde novembro para continuar o tratamento.

A família Bongo governou o país produtor de petróleo por quase meio século. Bongo é presidente desde que sucedeu seu pai, Omar, que morreu em 2009. Sua reeleição em 2016 foi marcada por reclamações de fraude e protestos violentos.

Uma queda acentuada na produção e nos preços do petróleo reduziu as receitas e gerou descontentamento nos últimos anos.

Sem comentários