Notícias

Omarion vai parar de cantar músicas que R. Kelly escreveu para ele.

Juntamente com outros artistas de R&B que expressaram suas opiniões como Tank, Ne-Yo e outros, Omarion decidiu denunciar publicamente R. Kelly após a exibição do documentário Lifetime’s Surviving R. Kelly. Nos calcanhares do Millennium Tour da B2K, o membro do grupo disse que vai se abster de tocar as melodias escritas por Kelly assim que a turnê terminar.

No domingo (6 de janeiro), o cantor de “Ice Box” entrou no Twitter para apresentar sua posição, observando que aqueles que permitiram que o comportamento predatório documentado de Kelly e outras ações se processassem deveriam ser responsabilizados.

“#RKelly foi vítima e predador e, consequentemente, deve ser responsabilizado, mas também obter ajuda profissional”, escreveu Omarion. “Seu gênio artístico nos inspirou a todos. Sua música está sendo silenciada pela escuridão de suas ações. A escuridão sempre vem à luz.” Omarion, em seguida, observou que o grupo ainda irá executar seus hits sob o crédito de Kelly para evitar a decepção dos fãs, mas “depois da turnê, eu estou retirando essas músicas do meu catálogo. Eu também estou criando uma futura rainha”.

No Pandemônio de 2002 da B2K! álbum, Kelly foi responsável por escrever três músicas: “Girlfriend”, “What A Girl Wants” e “Bump, Bump, Bump”.

Sobrevivendo R. Kelly analisa profundamente a lembrança de sobreviventes de violência sexual e doméstica de abusos relatados pelas mãos de Kelly que se estenderam por décadas. A série também analisou como as meninas e mulheres negras foram silenciadas na tentativa de mobilizar uma condenação contra Kelly e como o movimento #MuteRKelly subiu para implementar seu cancelamento.

Leia os tweets de Omarion abaixo.

 

Sem comentários