Notícias

Principais artistas negros Estão boicotando a NFL.

Na semana passada, na quinta-feira, foi anunciado que o rapper #TravisScott irá se apresentar com o #Maroon5 durante o show do #SuperBowl de #2019. De acordo com vários relatos, o rapper #JAYZ tentou desencorajar Scott de participar do show.

Fontes disseram que JAY-Z, contactou Scott, de 26 anos, para falar sobre o apoio a Colin Kaepernick, que depois de se ajoelhar para trazer a consciência à injustiça racial, foi aparentemente proibido de jogar na NFL.

JAY-Z e outros rappers supostamente rejeitaram o pedido da liga para se apresentar no intervalo do Super Bowl em 2017. Ele falou sobre recusar o Super Bowl em “EVERYTHING IS LOVE”, seu álbum colaborativo de 2018 com Beyoncé.

Rapper Meek Mill, que está lutando contra o preconceito sistêmico do sistema prisional, também compartilhou sua desaprovação do desempenho de Scott na NFL. Horas após o anúncio, Mill twittou: “Ele não precisa disso, ele já está pegando fogo! Fique forte nessa m**da!

E mais recentemente, Cardi B parece ter desistido de se apresentar no show em apoio a Colin Kaepernick, o ex-quarterback do San Francisco 49ers, que iniciou o movimento #TakeAKnee para protestar contra a injustiça racial.

Isso mostra um bom exemplo de como nós, como negros, podemos fazer declarações ousadas quando compartilhamos a mesma voz. A luta é a mesma em todos os lugares. O Brasil é o pior com o monopólio do domínio do artista branco em nossas telas de TV e revistas.

Sem comentários